Há cem anos, a revolução feminista começava na Bauhaus