Araçá

Uma versão modernizada de uma moradia na serra, que dialoga com as árvores do entorno e eleva o cotidiano entre a natureza à uma experiência arquitetônica simples, completa e perene.

Ano

2017

Área

305m²

Categoria

Residencial

Localização: Gramado/RS

Área do projeto: 305,05m²

Área do terreno: 801,11m²

Projeto Arquitetônico e de interiores: Stemmer Rodrigues

Equipe: Ingrid Stemmer, Paulo Henrique Rodrigues, Roberto Stemmer, Luciana Medeiros, Renata Lui, Francine Azevedo

Em vez de jardim, bosque. Horizontal e não vertical. Os moradores da Casa Araçá compreendiam com rigor o que não queriam em um projeto e, a partir dessa visão, nasceu uma versão modernizada de uma moradia na serra, que dialoga com as árvores do entorno e eleva o cotidiano entre a natureza à uma experiência arquitetônica simples, completa e perene.

Grandiosos planos de vidro se abrem em admiração ao bosque que rodeia a casa, venerando-o com respeito. A transparência vertical reponde a dois atributos importantes: é possível deslumbrar as araucárias em toda a sua altura – e não apenas um recorte delas – bem como a entrada de sol se prolonga por um intervalo muito maior – essencial em uma casa de inverno.

O conceito dos espaço é de casa térrea e o projeto usa a acomodação do lote para criar uma casa absolutamente plana, mesmo em um terreno com aclive. É uma casa pensada para a posteridade.

Cada elemento foi selecionado como uma tradução sensorial da Provence, carregando em si mesmos sentidos referenciais repletos de história. A arquitetura é quente, acolhedora. Um altar central destaca a cômoda de jacarandá, um presente de família, onde repousam lembranças que afirmam a identidade.

Uma imensa araucária permanece no terreno, cujos galhos aninham a casa ao seu redor e emolduram a acolhida típica da serra. Todos os quartos são banhados pela luz leste e saem para uma clareira que conecta a casa à natureza.