Poema

Composto para uma pacata rua no coração do bairro Petrópolis, em Porto Alegre/RS, o Poema se ergue como versos que prestigiam a essência do elemento e valorizam a qualidade extrema do processo construtivo.

Ano

2017

Área

6.300m²

Categoria

Incorporadora

Engrandecer o relacionamento das pessoas com a cidade e agregar beleza ao cenário urbano, continuando o legado do escritório em presentear a comunidade com verdadeiros marcos: a isso que veio o Poema.

Poema

Localização: Porto Alegre/RS

Ano de conclusão: 2019

Área 6.300m²

Projeto arquitetônico: Stemmer Rodrigues

Equipe: Ingrid Stemmer, Paulo Henrique Rodrigues, Roberto Stemmer, Luciana Medeiros, Renata Lui, Francine Azevedo

Perspectivas: Black Haus

Poema

Composto para uma pacata rua no coração do bairro Petrópolis, em Porto Alegre/RS, o Poema se ergue como versos que prestigiam a essência do elemento e valorizam a qualidade extrema do processo construtivo.

Engrandecer o relacionamento das pessoas com a cidade e agregar beleza ao cenário urbano, continuando o legado do escritório em presentear a comunidade com verdadeiros marcos: a isso que veio o Poema. Sua idealização mimetiza uma tela em branco para receber, celebrar e expressar o estilo de vida de cada morador, interpretada em uma planta livre cheia de possibilidades.

Formas e materiais explícitos valorizam a linha arquitetônica. O charme e discrição do empreendimento emolduram a exclusividade de espaços que transbordam personalidade. Sua fachada traz painéis que simulam o efeito da madeira, relembrando a tradição de referenciar ícones visuais para descrever o caminho de casa. ‘Morar naquele prédio bonito, com fachada de madeira e living compartilhado’, torna-se um manifesto de orgulho e realização para o morador.

No térreo, um grande paralelepípedo de concreto abriga o Foyer Poema: incorporando e experiência de hotéis boutique, o repaginado salão de festas torna-se ambiente  partilhado. Sala de estar mobiliada com peças de design, espaço gourmet para organizar recepções e jardim para maximizar a contemplação à natureza: assim desabrocham rimas singulares no cotidiano.

A área de lazer concilia piscinas de verão e inverno em um desenho integrado que amplia a imponência da área de relaxamento. No jardim dos fundos, parrilleiro, playground, espaço fitness, bicicletário, banhos de serviço e lavabo e copa, uma proposta completa para desfrutar plenamente de toda a estrutura comum. O cercamento é em vidro, trazendo uma forte conexão com a rua, largamente arborizada.

A planta de cada unidade faz vezes de folha em branco: generosos espaços permitem unir os cômodos e configurar cada ambiente conforme o estilo de vida do comprador. Nos 13 andares que se elevam, 26 apartamentos ensejam uma proposta intimista e reservada de convívio.

A luz é absoluta, com grande luminosidade penetrando cada um dos grandes painéis de vidro que contornam toda a fachada frontal. É também a garantia de ventilação cruzada que sopra brisa e frescor enquanto se admira a vista panorâmica.

Sobre o nível térreo, duas penthouses oferecem dois apartamentos distintos com um amplo terraço e integração com a copa das árvores.

A assinatura de autor fica nítida na suíte homônima ao empreedimento: Suíte Poema. Nela, uma vultuosa área une espaço de dormir, estar íntimo, banheiro completo com hidromassagem e closets para ele e para ela. Um lugar para render-se à imaginação e compor os mais graciosos versos.