S&R internacional: chegamos ao mercado europeu

S&R internacional: chegamos ao mercado europeu

Com nova sede na Espanha, apresentamos nosso primeiro projeto na Costa Brava, em Saint Feliu de Guixols

Prestes a completar 35 anos no mercado brasileiro, comemoramos agora um fato marcante e muito importante para nosso escritório: 2021 marca a abertura de nossas operações em Barcelona. O primeiro projeto destinado ao mercado europeu é uma casa em Saint Feliu de Guixols, na Costa Brava, reconhecida paisagem no mar Mediterrâneo.

A internacionalização é um movimento natural de nossa expansão, reafirmando a visão atemporal de nossa identidade projetiva, além de marcar a entrada de mais quatro novos jovens arquitetos à sociedade então formada pelos fundadores Ingrid Stemmer, Paulo Henrique Rodrigues e Roberto Stemmer.

Em Barcelona, Mariano Chitarrini é o arquiteto responsável pela operação dos novos negócios. Mariano tem passagem pelo estúdio de arquitetura catalão MIRAG Arquitectura i Gestió, com especialização em Habitação e Retail e, em 2017, fundou seu próprio estúdio de design. Agora, é o representante da Stemmer Rodrigues na Europa.

Casa Falcó, na Costa Brava

Localizada na Costa Brava, a cerca de 100km de Barcelona, a exuberante cidade Saint Feliu de Guixols, é o cenário deste novo projeto. Em meio à vegetação nativa, o terreno ocupa um declive com vista sobre o Mediterrâneo.

O projeto da casa foi implantado transversalmente, em uma planta horizontal, com dois volumes principais. Nesta região, a harmonia com o entorno é uma premissa, o que definiu o uso do concreto branco, bem como das formas sóbrias, com grandes marquises em balanço. Uma sinuosa linha de painéis em madeira interliga os dois volumes, o da área social e o das suites, ambos protegidos por lajes com coberturas verdes.

Os ambientes principais, como living e dormitórios, estão voltados para o sul, privilegiado pela vista sobre o mar e a melhor orientação solar. O projeto de interiores é minimalista, valorizando o mobiliário em madeira natural de designers brasileiros, em sintonia com o conceito escultórico da residência.

Finalmente, o paisagismo com espécies nativas emoldura a casa para quem a visualiza do mar, ao mesmo tempo que o telhado verde mimetiza a construção na fachada voltada para rua.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.